Provence abre temporada de inverno com menu brasileiro e superchalé

Posted By admin / Hotel / brasil, culinria, descanso, gastronomia, Mantiqueira, minas, mineira, pousada, romance, Serra / Nenhum Comentário

Pousada em Monte Verde (MG) oferece experiência gourmet e clima de romance na Mantiqueira;
gazebo no jardim e sala de cinema são outras novas atrações

_MG_2585 _MG_2845
_MG_2999 _MG_2887

Encravada nas montanhas de Monte Verde (MG), a Provence Cottage & Bistrô inicia sua temporada de inverno com muitas novidades. Para esta época do ano, quando a Serra da Mantiqueira atrai visitantes que curtem o frio, a pousada oferece uma experiência de romantismo e relaxamento, em meio à natureza da Mata Atlântica.

No bistrô, o chef Ari Kespers preparou um menu especial, com uso de produtos brasileiros e também de panc’s da Mantiqueira. Dividido em sete etapas, o jantar se inicia com truta defumada na lenha de macieira acompanhada de crocante de buriti. Na sequência, lírio do brejo recheado com queijo de cabra e consommé de legumes. O tortellini de banana-da-terra com purê de queijo Canastra e mate de taioba encerra o trio de entradas. Como pratos principais, Kespers apresenta arroz de pato com panc’s da horta (azedinha roxa, peixinho e beldroega); carne serenada servida com melado de cana e três abóboras; e cabeça de porco com nhoque frito e batata-roxa. A última etapa é dedicada à sobremesa: entremet de castanha-do-pará acompanhado de chocolate branco e tuille de coco. Café e petit fours encerram a refeição. Este menu também será servido no dia dos Namorados (12 de Junho, segunda-feira).

Na pousada, um novo chalé, Lourmarin, com 112 m², recebe os hóspedes com uma hidromassagem com vista para a serra e uma ampla varanda com dois ambientes. Na sala de estar, lareira e TV LCD de 50’’. Neste inverno, a Provence também inaugurou uma sauna e um novo gazebo, onde os hóspedes podem tomar o café da manhã ou o chá da tarde ao ar livre. Outro espaço recém-aberto é uma sala de cinema, equipada com minicozinha, adega e tela de 55”.

Na Provence, os sete chalés estão espalhados em um terreno de 10 mil metros quadrados repleto de araucárias e pés de lavanda. Com tamanhos que variam entre 50 m² e 130 m², possuem hidromassagem, lareira, TV com assinatura SKY, camas queen-size, enxoval Trussardi e amenities L’Occitane. A decoração, inspirada no sul da França, reúne peças e mobiliário garimpados em antiquários, além de objetos de família dos proprietários.

No bistrô, a valorização da culinária artesanal fica expressa no café da manhã, onde pães, geleias e bolos são produzidos pelo chef Ari e seu sócio, Whitman Colerato, pouco antes de chegar à mesa e o leite, fresco, vem de uma fazenda vizinha. O chá servido à tarde aos hóspedes apresenta outras delícias saídas da cozinha do bistrô, doces e salgadas. Esta filosofia se repete no cuidado na hospedagem, cercada de mimos, como lençóis perfumados e espumante de boas-vindas.

Para um completo relaxamento, a pousada também oferece um spa com vista para os jardins e para a mata, com vários serviços, como massagem relaxante, shiatsu, pedras quentes, escalda-pés com reflexologia e banhos de imersão (serviços com preços entre R$ 90 e R$ 350).

Sobre o chef
Ari Kespers é autodidata. Antes do bistrô na serra mineira, aberto em 2010, foi proprietário do restaurante Sal da Terra (em Jundiaí, onde nasceu e cresceu) e também de uma casa de chás. O encontro com a Mantiqueira trouxe um novo norte para sua cozinha, baseada em produtos sazonais, que a terra oferece. Ari foi eleito um dos 50 melhores chefs do país pelo Guia Quatro Rodas Brasil 2015 (Editora Abril). No mesmo ano representou Minas no evento Cozinhando com Palavras, no Salão do Livro de Paris. Em 2016, também participou da Feira de Livro de Frankfurt, na Alemanha.

Provence Cottage & Bistrô – Rua Cedrus Libani, 380 – Monte Verde, Camanducaia, MG. Tel.: 55 (35) 3438-1467. Pacotes para casais, a partir de duas noites, de segunda a quinta-feira, de R$ 1.970,00 a R$ 2.510,00; de sexta-feira a domingo, de R$ 2.960,00 a R$ 3.500,00. Pacote para o feriado de Corpus Christi (de 14 a 18 de junho, 4 noites), de R$ 6.200,00 a R$ 7.100,00. Inclui café da manhã e chá da tarde, além de espumante no check-in. Amenities L’Occitane. Cartões: Todos. Não aceita menores de 18 anos. www.provencecottage.com.br
O bistrô Provence é aberto ao público (somente sob reserva). Preço do menu em sete etapas: R$ 260,00 (por pessoa).

Fotos: Novo chalé Lourmarin; gazebo do jardim; carne serenada com três abóboras e nova sala de cinema da Provence. Crédito: Marco Pinto.

Read More

Santos Dumont: o recordista olímpico das invenções

Posted By admin / Turismo Brasil / aviação, brasil, criação, cultura, história, invenção, olimpiada, rio 2016, Santos Dumont, turismo / Nenhum Comentário

Alberto_Santos-Dumont  Santos-Dumont flying

O voo cenográfico do 14 Bis (confira aqui) sobre o Maracanã, na última sexta-feira, na abertura da Olimpíada Rio 2016 decolou novamente a polêmica sobre quem inventou o avião: Santos Dumont ou os irmãos Wilbur e Orville Wright, dos Estados Unidos. Em que pese qualquer tentativa de aterrissar a importância do brasileiro, uma coisa é certa: se não inventou o avião, ele descobriu a forma de fazê-lo decolar, permanecer no ar e pousar sozinho. Mais: criou diversas inovações que estão diretamente ligadas à vida de quem viaja e explora o mundo.

Foi o primeiro a criar a navegação aérea, o primeiro a voar com motor movido a explosão; o primeiro a ter um voo homologado; o inventor do motor de cilindros opostos; o primeiro a fabricar um avião em série; o inventor do relógio de pulso; o precursor da patente livre; o primeiro a trazer ao Brasil um automóvel movido a petróleo. Para conhecer mais sobre Santos Dumont e suas criações, a Bress Comunicação indica três exposições pelo Brasil que ajudam a entender o porquê Dumont não podia estar de fora da abertura de uma Olimpíada no Brasil e de suas viagens pelo nosso país.

Museu do Amanhã (Rio de Janeiro-RJ) No ano em que o voo do 14 Bis completa 110 anos, o mais novo centro cultural da capital fluminense traz a mostra O Poeta Voador, Santos Dumont. Com linguagem audiovisual e atividades interativas, o ambiente inclui protótipos das principais criações do inventor e duas réplicas em tamanho real: logo na entrada do Museu, o pioneiro 14 Bis; e, no local da exposição, o avião Demoiselle, mais completo projeto do brasileiro. Término em 30 de outubro. Praça Mauá, 1 (Centro).

Casa de Santos Dumont (Petrópolis-RJ) Foi projetada pelo inventor e servia como sua residência ao longo do verão. Expõe uma pequena biblioteca e objetos pessoas, como o inseparável chapéu Panamá. Aproveite a ida a este centro cultural para passear pelo centro histórico de Petrópolis, logo ali. R. do Encanto, 22 (Centro).

Museu Cabangu (Santos Dumont-MG) O local onde nasceu o “Rei dos Ares”, uma casa de estilo colonial, reúne hoje painéis, fotos, documentos e peças de alguns dos seus inventos. Há ainda uma réplica do 14 Bis. Região muito bonita e arborizada. Rodovia 499, km 16, Distrito de Mantiqueira.

 

Read More